Posts Tagged ‘batata’

h1

MAIONESE VERDE DE BATATA

junho 8, 2008

Uma vez, para algum churrasco, tentando fugir da básica maionese de batata, eu resolvi fazer umas 3 receitas diferentes com batatas, frias, quentes, com ou sem maionese. Numa das receitas, que não lembro bem de onde era, mandava fazer um molho com várias ervas, que deveria ser quente e jogado nas batatas cozidas. Ocorre que, houve um erro, pois, li a receita na pressa, e acabei fazendo de outro modo, só descobrindo o erro no final!

Ocorre que, naquele churrasco, dentre as 3 ou 4 saladas com batatas, esta foi a preferida!

Nós fizemos, verdadeiramente, uma maionese verde de batata, tipo maionese de batata mesmo, gelada e tal, só que verde!  Para tanto, tem que separar várias ervas frescas, picar e misturar, no liquidificador, com um tanto de maionese, suficiente para cobrir bem todos os pedacinhos de batata, além de  azeite, sal e pimenta do reino. Eu coloco de tudo: alecrim, salsinha, cebolinho, manjericão, coentro e até hortelã. Um tantão de cada uma destas que estiver disponível no dia. O interessante é colocar, no mínimo, umas 3, e, com o passar do tempo, vai harmonizando as misturas. Alecrim, Coentro e Hortelã acabam sempre predominando, dependendo da quantidade de um ou de outro. Já o cebolinho e a salsinha são mais neutros. Mistura as folhas picadinhas (e não os talos) com a maionese no liqudificador e, quando estiver homogêneo, coloca nas batatas cozidas, já frias, cortadas em cubos, exatamente como na boa e velha maionese de batata. Pode, como na tradicional, colocar, além das batatas, uma cebola cortada em pedacinhos bem miúdos.

Depois, é só deixar na geladeira e servir na hora da carne!

Uma última dica: convém colocar as ervas, aos poucos e bem picadas, no liquidificador, acrescentando, antes e depois, a maionese, o sal e a pimenta do reino, pois, se não picar bem e  colocar tudo de uma vez, corre o risco de enganchar no fundo e a hélice não girar. Se a pessoa tiver um processador, o trabalho, provavelmente, ficará mais fácil…. ou não!

Beijos

Sandra

 

 

Anúncios
h1

Domingão, vontade de ficar em casa, futebol na TV, cerveja gelada e um belo rango!

setembro 2, 2007

tv-de-cachorro.jpg

 

O FRANGO ASSADO

TV de cachorro é o melhor, mas pode ser o famoso “galeto fuligem” também. Leve para casa um franguinho bem gordo e ainda meio cru. Na verdade queremos terminar de assar ele lá.

Soque, num pilão, alho, sal grosso, pimenta do reino e semente de coentro e esfregue bem o danado com a mistura.

AS BATATINHAS

Escolha batatinhas inglesas pequeninas e bem redondinhas. Lave bem e enxugue.

Para assar, pense num lance tipo uma grelha sobre um tabuleiro. Na grelha você coloca o frango e no tabuleiro as batatas.

Ponha no forno para assar, de modo que a grelha deixe escorrer a gordura do frango para onde estão as batatinhas.

O espírito da coisa é que elas vão assar regadas por esta gordura impreguinada do tempero. Fica alucinante!

A SALADA

O abacate é aquele “de vez”, sabe? Já maduro, porém ainda bem firme, assim como este que vos escreve.

O palmito eu recomendo o de açaí. Um vidro deste de supermercado. Não economize!

O segredo desta salada é a delicadeza. E uma faca bem afiada. Coisas que se complementam. Naturalmente.

Corte o abacate ao meio longitudinalmente e depois cada metade de novo no mesmo sentido. Você terá então 4 gomos e o melhor momento para retirar a casca do bicho. Normalmente a casca se solta facilmente e a polpa fica inteirinha. Corte todo o abacate em fatias da largura do seu dedo indicador e arrume numa travessa de forma que elas não se sobreponham muito. Não pode amontoar tudo.

Lembre que você já deixou o palmito escorrendo numa peneira enquanto trabalhava no abacate. Agora pegue cada pedaço e parta ao meio no sentido transversal e de novo, desta vez diagonalmente. Cada pedaço que vem no vidro vira 4, todos eles com um lado reto e outro chanfrado. Arrume na travessa todos “em pezinho” com o chanfro para cima, lógico!

Polvilhe tudo com sal fino sem exagerar e reserve um pouco. Enquanto isto, esprema um limão em uma cumbuca boa para bater com garfo e vá adicionando o melhor azeite disponível em fio e sem parar de bater. É lindo! Isto vira uma emulsão cheirosa e gostosa que vai regar a salada e fazer as papilas gustativas se excitarem.

FINAL

Dependendo da companhia talvez vocês tenham que juntar a fome c/ a vontade de comer, mas segure a onda mais um pouquinho. Tudo bem, neste caso, abrir mão do futebol, mas lembre da cerveja gelada!

Retire o galetinho do forno, jogue numa travessa junto com as batatas e sirva acompanhado da salada. No chão em frente a TV.

m.