Archive for the ‘Sobremesas e Doces’ Category

h1

No spa do Cariri, tinha o Bolo de Ameixa de Lulu Japiassu…

agosto 25, 2011

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Enfim, cada um o que quer aprova, o senhor sabe: pão ou pães, é questão de opiniães… O sertão está em toda parte.”

No Cariri, ao contrário do que se possa imaginar, não falta nada, fartura tem de montão! E foi atrás mesmo dessa fartura e do amor intenso da família Porto que, no último mês de julho, uma ruma de gente partiu para uma semana de risadas, banho no rio Taperoá, jogatina, sanfona e muita, muita comida mesmo.

Mataram um carneiro, também abateram não sei quantas codornas ( iguaria preferida da minha amiga Valentina), fizemos geleia e incontáveis drinks com as romãs do pomar “Romangela”, conhecido do Km zero da Praça do Meio do Mundo até Flores, já em Pernambuco. Demos cabo de quase todo o estoque do queijo coalho feito lá mesmo na Fazenda Poço de Pedras, por Gordo e Isabel, e tinha cuscuz no pano, tinha coalhada, tinha até uma porção de frutas, mas tinha também muita pizza, de massa finíssima e crocante, absolutamente inacreditável, feita no forno do nosso Excelente Nandinho Porto…

Além disso tudo (é, não acaba nunca), tinha o incrível e (ainda) secreto molho de tomate de Lourdes, o pote de salgadinho de queijo importado do Recife, levado por Valentina e cobiçado por todos e, no dia do aniversário da nossa maravilhosa e deslumbrante Tia Angela, teve o bolo de ameixa de Lulu Japiassu Trevas, que saiu quentinho do forno e arrebatou adultos e crianças.

Ao contrário da receita do molho de tomate, que, tenho fé (sou uma sertaneja), ainda vou conseguir, a receita do bolo de ameixa foi passada por Lulu e já anda fazendo sucesso pelas bandas de cá, de Setúbal às Graças.

A receita é simples, Lulu fez com uma mão nas costas e outra no cigarro! Vamos a ela:

Ingredientes:

200g de manteiga,

3 ovos,

2 xícaras de açúcar,

2 xícaras de farinha de trigo, e

1 lata pequena de ameixa em calda.

Mode de fazer:

Tira os caroços das ameixas e passa elas no liquidificador. Bate a manteiga com o açúcar, acrescenta os ovos inteiros e segue batendo até que fique fofinho. Em seguida, coloca a ameixa e a farinha de trigo e mistura delicadamente. Coloca numa assadeira untada e leva ao forno médio. Quando a faca espetada no centro do bolo sair limpinha, ele está pronto!

Comemos quente mesmo e frio também, junto com tantas outras coisas e Daniela ainda se balançou muito na rede.

Viva o Cariri!

Viva o Sertão!

Sandra

(Fotos de Paula Magalhães).

Anúncios
h1

Uma Bossa no Café da Manhã

abril 29, 2011

Quer preparar um café da manhã especial para alguém especial? Começe com esta sopa gelada e refrescante. É fácil e fica uma de-lí-cia!

Para duas pessoas, coloque um mamão médio maduro no liquidificador. Acrescente suco de laranja, eu usei já pronto, aquele dos gominhos. Um copo mais ou menos. Na verdade vai depender do mamão, se estiver bem maduro, precisa de  menos suco. O importante é ficar com a consistência de uma sopa grossa. Coloca o suco aos poucos e vai testando.

Divida o conteúdo do liquidificador em dois pratos de sopa, e coloque uma bola de sorvete de creme generosa em cada um. E tá pronto. O verdinho em cima do sorvete é Endro, ou Dill. Foi pra fazer uma bossa na foto. Ficou bom, mas não é nescessário.

Por mim, eu comeria uns quatro pratos, mas aí o romantismo vai pras cucuias. É muuuuuito bom também pra uma ressaquinha… E crianças devem gostar bastante. Com ou sem ressaca.

Bom apetite!

Ceó Pontual.

h1

Fusilli com ragu à napolitana

dezembro 1, 2009

Galera,

sexta feira passada(20/11) rolou lá em casa a entrega do jantar meu para Carolf, com a presença do DJ Nego Nu e SUAS respectivas, Bolinho e Inês, além de claro a presença de Joana M e Antônia(que já está no seu terceiro Highlanders).
Tivemos Bruchettas de entrada, depois o prato principal que foi um Fusile com Ragu de Filé Mingon e sobremesa surpresa que inventei na hora. Para harmonizar com o prato tivemos dois vinho do Alentejo.
Segue as receitas e as fotos.

ENTRADA:

BRUSCHETTA

INGREDIENTES

Pão Baguete
Manteiga 
Alecrin
Molho de tomate
Tomate cortado em cubos
Magericão Fresco
Queijo Parmesão

PREPARO:
Corte o pão em fatias de 1,5cm, passe a manteiga com o alecrin,  um pouco de molho de tomate(não exagere no molho!). Corte os tomates em cubos pequenos e coloque em cima do molho, pouvilhe com queijo parmesão e leve ao forno. Quando o queijo derreter retire do forno e decore com o manjericão fresco. Depois, É só servir.

PRATO PRINCIPAL:

Fusilli com ragù à napolitana

 

INGREDIENTES (4 porções)

 

500 g de fusilli (use massa fresca)

400 g de filet mignon

12 folhas de sálvia cortadas à julienne (tiras finas)

1 colher (sopa) de orégano

160 ml de óleo extravirgem de oliva

80 g de cenoura cortada em cubos pequenos

80 g de salsão cortado em cubos pequenos

40 g de cebola cortada em cubos pequenos

4 filets de anchova em conserva

1 kg de tomate pelado italiano San Marzano (vermelho, alongado e carnudo)

1 colher (sopa) de salsinha picada

Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

 

Decoração

 

Salsinha picada 1 fio de óleo extravirgem de oliva (PASSEI UM TEMPÃO PICANDO A SALSINHA E ESQUECI DE COLOCAR!!)

 

PREPARO

 

Para a carne enrolada, divida o filet mignon em 12 fatias, contando três fatias para cada pessoa.

Bata com o batedor de carne até obter uma espessura de 3 milímetros, aproximadamente.

Recheie cada fatia de carne com a sálvia e um pouco de orégano.

Enrole as fatias nesses temperos e feche cada uma delas com um palito.

Tempere os enroladinhos com sal, pimenta e, numa frigideira, doure-os em 100 ml do óleo. Retire e reserve.

Para o molho, refogue a cenoura, o salsão e a cebola no óleo restante. Junte as anchovas e deixe um pouco mais no fogo. Adicione os enroladinhos e os tomates pelados. Tempere com sal, pimenta-do-reino e deixe cozinhar em fogo médio, por aproximadamente 15 minutos. Descarte os palitos da carne.

Numa panela, cozinhe a massa em água fervente com sal, por 3 minutos. Escorra-a e junte-a ao molho, misturando bem.

Sirva em pratos rasos e decore com salsinha picada e um fio de óleo extravirgem.

SOBREMESA:

LARICA DO HIGHLANDER

INGREDIENTES:

Sorvete de creme
Bolo de Rolo
Nutela
Limão siciliano
Hortelã

PREPARO:

Corte as fatias de Bolo de Rolo(fininhas por favor!!), passe uma fina camada de Nutela, raspe o Limão Siciliano em cima da camada de Nutela, depois coloque uma bola de sorteve em cima. Decore com uma folha de Hortelã(eu não tinha coloquei de majericão, não ficou bom claro)

Tivemos ainda a vitrola e os disco do DJ convidado Nego Nu.

MARRECO ABATIDO!!

Bjs em todos,

NARA

h1

Cordeiro Assado e Bolo de Laranja com Soverte de Creme

outubro 12, 2009

 Esse foi mais um presente – almoço do Natal dos Higlanders. Segue o texto abaixo, contando como aconteceu e a receita dos pratos.

Valeu Joana e Adailton!!

Abraços,

BoloImagem011

Nobres Highlanders!

E eis que mais um presente do natal dos highlanders 2008 é entregue. Um não, dois! A tertúlia aconteceu neste último domingo, 05.10, no lar Chaves Laporte. Os presentes:

De Adailton para Nagô: cordeiro assado com purê de jerimum, macaxeira frita e salada de grão de bico.

De Joana para Bolo: bolo de laranja com sorvete de creme e calda quente de chocolate.

Tudo regado a muito espumante!

Convidados especiais: Sandrinha e Dudis

A receita segue abaixo.
CordeiroImagem010

1 pernil de cordeiro e tempero (1 maço de coentro picado, 2 copos de vinho branco, 1 copo de shoyo, alecrim a gosto)
Modo de preparo: furar o pernil e temperar. Deixar de molho por 1 noite. Enrola no PVC (especial para forno) e vai ao forno médio pré aquecido por 1 hora

Molho: 1 copo do suco do abacaxi, 3 colheres de sopa de mel de engenho, 1 quarto de água ardente.
Modo de preparo: colocar numa panela o talo do abacaxi picado junto com a água ardente. Flambar. Quando o fogo baixar, adicionar o mel e o sumo e mexer. Dissolver 2 colheres de chá de maisena em um pouco d´água para engrossar o caldo.

Purê de jerimum: metade de um jerimum médio
Modo de preparo: cozinhar o jerimum. Após cozimento, bater no liquidificador e levar ao forno novamente com um pouco de leite. Se preferir, acrescentar um pouco de creme de leite.

Macaxeira: 1 kilo de macaxeira e farinha de trigo
Modo de preparo: cozinhar bem a macaxeira. Após cozimento, envolver em farinha de trigo e fritar em óleo de girassol ou canola (é mais saudável)

Salada: Rúcula, alface americana, couve picados, tomate cereja, mussarela de búfala e grão de bico.

Sobremesa (feita por Joana!)

Bolo de laranja da Casa dos FriosImagem013

Sorvete de Creme FiKa Frio

Calda de chocolate ao leite e meio amargo da Lacta derretida em banho maria.

h1

CHEESECAKE DE MORANGO

abril 23, 2009

cheesecake

Faz um tempo, resolvi fazer um cheesecake de morango. Na época,  lembro que pesquisei que só na internet e acabei misturando duas das várias receitas que encontrei, que já fiz umas 3 ou 4 vezes. Numa delas, lembro eu, foi para um brunch no ano passado, por ocasião do aniversário de Paula. Foi a última vez que fiz e, ao contrário das 2 primeiras, que deram super certo, a massa ficou meio queimada, mas, mesmo assim, a torta não foi perdoada, e sim devorada!

Segue a receita:

 

Massa

4 colheres (sopa) de manteiga

1/2 xícara (chá) de castanha de caju torrada

3 colheres (sopa) de açúcar mascavo

1 pacote de bolacha maria

1 pitada de gengibre em pó

 

Recheio

400g de ricota fresca peneirada

1 embalagem cream cheese light

1 lata de leite condensado

1 lata de creme de leite sem soro

2 ovos inteiros

2 gemas

1 colher de sopa de suco de limão

1 cálice de rum

 

Cobertura

2 xícaras (chá) de morangos partidos ao meio para a cobertura

 

Modo de Preparo:

Massa: bata no processador a bolacha, a castanha, o açúcar e o gengibre, até obter uma farofa. Transfira para uma tigela, junte a manteiga (reserve 1 colher de sopa) e misture com as pontas do dedos até a farofa ficar úmida. Espalhe a massa no fundo e nas laterais de uma fôrma de aro removível com 23 cm de diâmetro, untada com a manteiga reservada. pré-assar por dez minutos em forno médio (180º).

 

Recheio: Bater na batedeira a ricota e o leite condensado até obter uma mistura homogênea. Acrescentar o cream cheese, os ovos, as gemas e bater mais um pouco. Por último adicionar o creme de leite, o suco de limão e o rum e terminar de bater. Distribuir o recheio nas massas já pré-assadas e voltar ao forno até que estejam douradas. Desligue e deixe o cheesecake amornar dentro do forno. Retire do forno e leve à geladeira por 2 horas. A seguir, desenforme-o.

 

Cobertura: distribua os morangos sobre o bolo, formando uma cascata. Pincelar os morangos com calda.

SANDRA

h1

LARICA

abril 15, 2009

No fim do ano, eu e ana estávamos a pensar numa sobremesa bem gostosa para fazer e, junto com Lúcia, que na verdade mostrou-se incrédula com a invenção, resolvemos misturar 2 latas de leite condensado, 2 de creme de leite (sem soro) e quase um pote todo (do menor) de nutela. Liquidificamos tudo, colocamos numa travessa e salpicamos pedaços de sonho de valsa, grosseiramente partidos, tanto pelo meio do creme, como por cima. No final, colocamos no congelador e, depois do  almoço, o deleite foi geral! Ô sobremasa fácil e gostosa!!!!

Agora, na semana santa, repeti a dose lá nas Alagoas, e o sucesso foi o mesmo, não tem como não gostar…..salvo, logicamente, os nossos amigos que não gostam de doce (eu inclusa!)!

Beijão

Sandra

h1

JANTAR – PARTE 3: a sobremesa

novembro 28, 2008

(A parte 2 – o prato principal – ficará para o próximo post)

No jantar do último sábado, eu já estava decidida a fazer uma mousse de limão básica, usando a receita que já postei por aqui no mês de abril/2008, e que é super prática e deliciosa… Só que algumas mudanças ocorreram no decorrer do dia.

Tiago tinha saído para comprar algumas coisas e eu, depois do casamento de um dos meus primos, com direito a inúmeras taças de espumante, acordei super animada e, ainda com borbulhas na cabeça, fui ao pão de açúcar comprar o que me cabia… Lá chegando, me deparei com uma frutinha que minha mãe havia comentado há um tempo atrás: o physalis. Ela é cítrica, como uma mini laranjinha, mas sem ter a pele enrugada, e vem envolta numa folhagem interessante e bem decorativa. Sem nem ter idéia no que usaria, e pensando mais nela como um enfeitcho da mousse, resolvi comprar… (a pessoa tá se tornando consumista até em relação a frutas…. santo baco!)

Já em casa, passadas as borbulhas e instalada uma dor de cabeça, comecei os preparativos do jantar, incluída a mousse. Foi aí que minha mãe sugeriu que eu servisse a mousse em taças individuais e não num recipiente único como era minha idéia inicial. Confesso que, diante da certeza de que o trabalho seria maior, relutei, mas… acabei cedendo.

– Separei umas taças das de vinho mesmo, porque são mais altas e, por isto, mais elegantes (o que, logicamente, não se aplica aos humanos…);

– Fiz a mousse básica, como tá lá no post de abril, com 1 lata de leite condensado, 1 de creme de leite e o suco de 3 limões, que desta vez eram sicilianos, e fui montar as taças;

– Fiz um crocante: primeiro, um caramelo com 1 xícara de açúcar, mexendo sem descanso no fogo até o ponto meio mel ralo, tirei do fogo, misturei com umas castanhas de caju trituradas e coloquei no fundo de uma assadeira de metal, passando uma espátula para espalhar. Quando foi endurecendo/esfriando, descolei, com uma faca,  do fundo da assadeira, coloquei tudo num pano de prato (limpo!) e bati, despedacei (ai minha cabeça!) com um martelo!

– Em seguida, coloquei uma parte de crocante no fundo de cada taça, segui com uma porção de mousse (que, infelizmente e por falta de leite moça e creme de leite no armário, não era tão generosa), mais um crocantezinho e, por cima de tudo, uma physalis em cada taça, com as folhinhas enroladinhas, retorcidas,  uma para cada lado, como tá na foto abaixo…

Beijos

Sandra

ps. a taça diferente e mais cheia fiz especial p/ Berna, muito embora, assim como eu, ele não goste de doce…

sobremesa