Archive for the ‘Refeição completa’ Category

h1

Fusilli com ragu à napolitana

dezembro 1, 2009

Galera,

sexta feira passada(20/11) rolou lá em casa a entrega do jantar meu para Carolf, com a presença do DJ Nego Nu e SUAS respectivas, Bolinho e Inês, além de claro a presença de Joana M e Antônia(que já está no seu terceiro Highlanders).
Tivemos Bruchettas de entrada, depois o prato principal que foi um Fusile com Ragu de Filé Mingon e sobremesa surpresa que inventei na hora. Para harmonizar com o prato tivemos dois vinho do Alentejo.
Segue as receitas e as fotos.

ENTRADA:

BRUSCHETTA

INGREDIENTES

Pão Baguete
Manteiga 
Alecrin
Molho de tomate
Tomate cortado em cubos
Magericão Fresco
Queijo Parmesão

PREPARO:
Corte o pão em fatias de 1,5cm, passe a manteiga com o alecrin,  um pouco de molho de tomate(não exagere no molho!). Corte os tomates em cubos pequenos e coloque em cima do molho, pouvilhe com queijo parmesão e leve ao forno. Quando o queijo derreter retire do forno e decore com o manjericão fresco. Depois, É só servir.

PRATO PRINCIPAL:

Fusilli com ragù à napolitana

 

INGREDIENTES (4 porções)

 

500 g de fusilli (use massa fresca)

400 g de filet mignon

12 folhas de sálvia cortadas à julienne (tiras finas)

1 colher (sopa) de orégano

160 ml de óleo extravirgem de oliva

80 g de cenoura cortada em cubos pequenos

80 g de salsão cortado em cubos pequenos

40 g de cebola cortada em cubos pequenos

4 filets de anchova em conserva

1 kg de tomate pelado italiano San Marzano (vermelho, alongado e carnudo)

1 colher (sopa) de salsinha picada

Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

 

Decoração

 

Salsinha picada 1 fio de óleo extravirgem de oliva (PASSEI UM TEMPÃO PICANDO A SALSINHA E ESQUECI DE COLOCAR!!)

 

PREPARO

 

Para a carne enrolada, divida o filet mignon em 12 fatias, contando três fatias para cada pessoa.

Bata com o batedor de carne até obter uma espessura de 3 milímetros, aproximadamente.

Recheie cada fatia de carne com a sálvia e um pouco de orégano.

Enrole as fatias nesses temperos e feche cada uma delas com um palito.

Tempere os enroladinhos com sal, pimenta e, numa frigideira, doure-os em 100 ml do óleo. Retire e reserve.

Para o molho, refogue a cenoura, o salsão e a cebola no óleo restante. Junte as anchovas e deixe um pouco mais no fogo. Adicione os enroladinhos e os tomates pelados. Tempere com sal, pimenta-do-reino e deixe cozinhar em fogo médio, por aproximadamente 15 minutos. Descarte os palitos da carne.

Numa panela, cozinhe a massa em água fervente com sal, por 3 minutos. Escorra-a e junte-a ao molho, misturando bem.

Sirva em pratos rasos e decore com salsinha picada e um fio de óleo extravirgem.

SOBREMESA:

LARICA DO HIGHLANDER

INGREDIENTES:

Sorvete de creme
Bolo de Rolo
Nutela
Limão siciliano
Hortelã

PREPARO:

Corte as fatias de Bolo de Rolo(fininhas por favor!!), passe uma fina camada de Nutela, raspe o Limão Siciliano em cima da camada de Nutela, depois coloque uma bola de sorteve em cima. Decore com uma folha de Hortelã(eu não tinha coloquei de majericão, não ficou bom claro)

Tivemos ainda a vitrola e os disco do DJ convidado Nego Nu.

MARRECO ABATIDO!!

Bjs em todos,

NARA

Anúncios
h1

Cordeiro Assado e Bolo de Laranja com Soverte de Creme

outubro 12, 2009

 Esse foi mais um presente – almoço do Natal dos Higlanders. Segue o texto abaixo, contando como aconteceu e a receita dos pratos.

Valeu Joana e Adailton!!

Abraços,

BoloImagem011

Nobres Highlanders!

E eis que mais um presente do natal dos highlanders 2008 é entregue. Um não, dois! A tertúlia aconteceu neste último domingo, 05.10, no lar Chaves Laporte. Os presentes:

De Adailton para Nagô: cordeiro assado com purê de jerimum, macaxeira frita e salada de grão de bico.

De Joana para Bolo: bolo de laranja com sorvete de creme e calda quente de chocolate.

Tudo regado a muito espumante!

Convidados especiais: Sandrinha e Dudis

A receita segue abaixo.
CordeiroImagem010

1 pernil de cordeiro e tempero (1 maço de coentro picado, 2 copos de vinho branco, 1 copo de shoyo, alecrim a gosto)
Modo de preparo: furar o pernil e temperar. Deixar de molho por 1 noite. Enrola no PVC (especial para forno) e vai ao forno médio pré aquecido por 1 hora

Molho: 1 copo do suco do abacaxi, 3 colheres de sopa de mel de engenho, 1 quarto de água ardente.
Modo de preparo: colocar numa panela o talo do abacaxi picado junto com a água ardente. Flambar. Quando o fogo baixar, adicionar o mel e o sumo e mexer. Dissolver 2 colheres de chá de maisena em um pouco d´água para engrossar o caldo.

Purê de jerimum: metade de um jerimum médio
Modo de preparo: cozinhar o jerimum. Após cozimento, bater no liquidificador e levar ao forno novamente com um pouco de leite. Se preferir, acrescentar um pouco de creme de leite.

Macaxeira: 1 kilo de macaxeira e farinha de trigo
Modo de preparo: cozinhar bem a macaxeira. Após cozimento, envolver em farinha de trigo e fritar em óleo de girassol ou canola (é mais saudável)

Salada: Rúcula, alface americana, couve picados, tomate cereja, mussarela de búfala e grão de bico.

Sobremesa (feita por Joana!)

Bolo de laranja da Casa dos FriosImagem013

Sorvete de Creme FiKa Frio

Calda de chocolate ao leite e meio amargo da Lacta derretida em banho maria.

h1

… e o peixe do outro dia.

outubro 29, 2008

Não aguentando mais comer o mesmo peixe na chapa de sempre, pedi a Antônia (assim como Duina, também sou gente que manda fazer 🙂 ) que variasse e o fizesse no forno, com vários legumes e/ou verduras, cozidos no papelote de papel alumínio. De lá pra cá, só temos comido assim.

 Segundo Antônia, ela tempera o peixe (por enquanto, só tilápia congelada, embalada à vácuo) com sal, pimenta do reino e limão. Em geral, ele fica marinando nisso um tempinho. Faltando vinte minutos pra hora do almoço, no forno já quente, ela bota o peixe junto com os legumes, acrescenta sal e rega com azeite. O forno não é alto. Mas isso depende do dia porque Antônia é capaz de fazer a mesma coisa em tempos completamente distintos!

Fica show! É rapidinho de fazer e dá pra variar os brebotes que vão no papelote, variando assim o próprio peixe. Dependendo do que vai, será necessário dar uma cozinhada antes. Eu já comi, e gostei, com cogumelos de vários tipos, couve de bruxelas, cenoura da mini e da normal, ervilha em bolas, e da torta, milho, batata da pequenininha, cebola idem, aspargos. Nem todos ao mesmo tempo, naturalmente.   

e assim a gente vai comendo: um dia frango, no outro peixe… pra no final da semana tirar o atraso! 🙂

bj.

tati

h1

BIFE DO OLHÃO!

julho 30, 2008

Minha gente, será q abandonaram esse blog? Será q nesse inverno ninguém fez uma receita interessante? Dei uma olhada no gráfico de acessos e tá dando dó de ver.

Bom, completamente revoltado com esse marasmo do blog, vou inserir um prato q fiquei afim de comer por esses dias de regime desenfreado (já se foram 11 Kg).

É q nesse processo de regime vêm umas idéias só pra testar o cabôco. Daí q uma delas foi:

aquele ovo de capoeira frito na manteiga, mas bastante manteiga na frigideira, daquele jeito q o ovo nem toca direito na superfície da frigideira. Esquenta bastante e depois larga o ovo lá sem quebrar a gema. Enquanto isso esquenta aquele feijão de três dias na geladeira e faz um arroz novo al dente (especialidade de Tatty).

Monta o prato assim, arroz forrando o fundo do prato, feijão de caldo bem grosso por cima e despeja o ovo por cima de tudo com aquela manteiga derretida e ainda meio cru sem criar aquela casquinha em volta da clara. Depois é só mandar ver sem medo de ser feliz, estourando a gema por cima do feijão e fazendo aquele arrumadinho q dá gosto

Abraço pra todos e vamo escrever aí!!!

Berna