Archive for the ‘camarão’ Category

h1

Essa bateria do iPad tem duração mesmo de 9 horas? Em que condições?

julho 12, 2011

Não tenho Ipad, mas minha amiga Paula Magalhães tem, e tem também internet rápida, iphone e um modem extra na sua casa… É, de fato, uma pessoa conectadíssima, aluna brilhante do larissez! Além de tudo, a bicha é curiosa ou seria encrenqueira?!, enfim, só sei que, sábado passado, ela acordou a fim de alterar com Steve Jobs e duvidando da alardeada duração da bateria do Ipad, postou logo cedo no facebook a sua dúvida existencial do dia.

Parece que até agora ela está sem resposta, não tenho certeza, mas isto não foi porque seu post matinal ficou sem comentários, muito pelo contrário!

Alterados e aloprados aparecemos logo cedo no mundo virtual, no caso, a blogueira que vos escreve e o cozinheiro que meteu a mão nas caçarolas, Vilmar/Gilmar/Wilmar/Jr, verdadeiros hackers dos murais alheios do facebook, que fomos bagunçar o coreto e, sem nem mencionarmos ipad, apple ou afins, danamo-nos a combinar algum programa para aquele sábadão. De cara, excluímos logo a praia, tava muito vento, e acabamos combinando um almocinho, uma massinha inocente lá em casa, no pedaço mais animado da riviera naquele sábado, não tenho a menor dúvida.

Antes de sair para comprar os essenciais gelo e cerveja, ainda mantive mais umas conversas matinais e, pelo Facebook, disse para Rosa e Paulinho virem ver o jogo (sim, tinha também a desculpa do jogo Brasil X Paraguai pela Copa América); e pelo telefone, falei com os vizinhos pernambucanos mas ainda meio paulistanos Valentina e Jorge, que, ignorando a ventania, estavam na praia, e ficaram de aparecer na sequência.

Tava feita a farrinha, 8 pessoas, uma massinha, jogo do Brasil, tudo bem inocente (ou eu que o fui?!). Rapaz, o negócio desandou ou andou bem, não sei, depende do gosto do freguês (sendo que, pro meu, andou super bem), enfim,  bombou!  A massa de Vilmar, esta, meu amigo, foi o que andou melhor, ela arrebentou! E olhe que o sarapatel de Jorge não tava careta não, viu!?

Eu nem sei se todo mundo comeu da massa, até porque era gente pra burro, foi meio assim uma sucursal da Fenearte em Cannes! Teve gente que foi e eu nem vi, juro. Não vou listar todos, mas lembro que vieram os meninos do boné e o da sacola plástica; Gil, da barraca de coco da praia; Dani milk shake; o famoso Jesse James com seu amigo Gary, que não entendia patavinas de português;  e também M.R.P., que, por sua vez, não compreendia nada de inglês, nem o nome de D-A-R-I-N-G, o “Garry” amigo de Jesse.

Vilmar não decepcionou e botou quente na massa, que, mesmo sendo segredo de família lá de Flores, foi autorizada a ter a receita postada aqui no blog!

O negócio entrou pela madrugada e o pessoal saiu de quatro, esquecendo o juízo (segurei um para Dani milk shake), a carteira, brincos, cabos, celular, presentes mil e não comentemos mais o quê, é melhor esquecer!

Ah, sim, antes que eu me esqueça, Paula Magalhães, embora convidada, não apareceu… acho que passou o dia em casa esperando as 9 horas da bateria! (Paula, rapaz, tinha dado tempo, visse?! A galera é mais do que Mastruz com Leite e iPad juntos, dura pra lá de 5, 6, 9 horas).

Beijos

Sandra

PS. E como quem ri por último, ri melhor, a receita:

Massa de Vilmar

INGREDIENTES / 04 PORÇÕES
01 – Pacote de sua escolha – Farfale / penne / fusili 
01 – Ramo de manjericão
01 – Cebola (ralada)
01 – Cenoura (ralada)
01 – Talo de alho poró (picado)
0,5 kg – Camarão descascado
0,1 kg – Parmesão (do bom)
100 ml – Vinho branco (o resto, o chef bebe, toma no gargalo mesmo, é um cozinheiro rústico)
500 ml – Creme de leite fresco
Sal e Pimenta moída a gosto
Azeite e manteiga
 
MODO DE PREPARO
Adicione o azeite e a manteiga numa panela e pré aqueça, em seguida refogue a cebola, a cenoura e o alho poró, mexa para evitar que grude.
Quando estiver perto de dourar adicione o vinho branco, um punhado de sal a gosto e continue mexendo, quando o vinho evaporar, ponha o creme de leite fresco e vá mexendo até apurar o sabor.
Coloque um pedaço pequeno do queijo parmesão no molho pra dar mais cremosidade e liga.
Seque os camarões com papel toalha antes de cozinhá-los dentro do próprio molho provando continuamente até chegar a textura desejada (hummm!).
Pronto, daí, é só cozinhar a massa, misturar ao molho, colocar queijo ralado, manjericão e dá-lhe.
 
Qualquer dúvida, me acione.
 
Jr.
Anúncios
h1

CAMARÃO COM GOIABADA

outubro 15, 2010

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ontem, conversando com Cla, Tatty e Daniela sobre assuntos variados, surgiu umas histórias envolvendo o Chef super simpático Claude  Troisgros  e acabei me lembrando que havia esquecido de postar aqui uma receita dele que fiz na praia dos Carneiros, num sábado de sol deste nosso inverno nordestino já findo.

Quando li a receita pela primeira vez, vi logo que não tinha como não ser dvino misturar camarão com goiabada cascão!

A receita é a seguinte:

MOLHO BARBECUE GOIABADA
Ingredientes:
300gr de goiabada
40gr de molho inglês
3gr de alho picado
5gr de gengibre picado
200 ml de ketchup apimentado
Sal à gosto

Modo de fazer:
Derreta a goiabada com um pouco de água, acrescente o molho inglês, o alho e o gengibre picados. Adicione o ketchup e deixe ferver por mais 5 minutos. Pegue a mistura e bata tudo no mixer. Para finalizar, peneire a mistura e o molho está pronto.

CAMARÕES
Ingredientes:
4 camarões VG
1 colher de azeite
1 colher de alho picado
1 colher de salsa picada
Suco de 1 limão
Sal e pimenta à gosto

Modo de fazer:
Comece descascando os camarões, mas deixe-os com a cabeça. Tempere os camarões com sal e pimenta à gosto. Coloque num recipiente e deixe marinar por 10 minutos no molho barbecue, já preparado anteriormente. Após esse tempo grelhe os camarões na chapa. E para finalizar tempere com alho, salsa e limão.

Ficou DELICIOSO!!!!!!!!!! Só não é dos mais lights!

Bom verão pra todos,

Sandra

h1

Camarão Chique do Amparo

setembro 16, 2009

Mais uma receita da grife dos Highlanders!!!

Seguem aqui a receita do maravilhoso jantar ocorrido na casa de Loirinha e Chipan no dia 21 de agosto, do qual tivemos, eu e Cat e outros convidados, a honra de participar. A homenageada da noite era a chique do Amparo, também conhecida como Nina Mendonça.
Vejam aí a receita e depois coloco as fotos.
 
Camarão Chique do Amparo
by Luciana Monteiro.
Receita Camarão Chique do Amparo
 
– Cebola picada.
– Camarão apenas refogado para não ficar muito mole.
– yogurte natural.
– pimenta síria (pimenta do reino com canela)
– Mel a gosto para quebrar o azedinho do yogurte.
 
Acompanhamentos.
– Baby batata, cenoura e cebola cozidos com pimenta síria.
– Arroz branco,
– salada de alface, alface americano e palmito.
– Salada de agrião e tomate cereja.
– Lombo na cerveja preta.
 
Modo de preparo.
– Doura a cebola no azeite.
– Doura um pouco o camarão.
– Coloca o yogurte, pimenta síria e vai dosando o mel…
– Deixa ferver (não muito) e pronto.

Aproveitem, experimente e não deixem de comentar.

Beijos e abraços,

Bolo

h1

Quiche de Frutos do Mar

agosto 18, 2009

Mais um jantar da série Natal dos Highlanders. Desta vez, preparado de Maria para Maria.jantarhighlander014

Além do anfitriã e sua convidada, estavam presentes seus digníssimos maridos Guila e Goguinho, respectivamente, e Joana e Nara. O jantar aconteceu numa segunda-feira e foi regado a vinho, muita conversa, fofoca e risadagem, ou seja, a noite deve ter sido ótima.

O prato principal do jantar foi um Quiche de Frutos do Mar que foi acompanhado por uma salada verde de carpaccio e molho de mostarda.

A entrada foi Bruschetta (receita no próximo post) e a sobremesa foi sorvetes de fruta de seu Ivaldevan.

A receita do Quiche foi a seguinte:

Recheio: 
500g de camarão cozido
500g de mexilhão sem casca cozido
6 ovos
200ml de creme de leite

jantarhighlander018
400ml de leite
sal e pimenta
Massa:
400g farinha
200g manteiga
2 CS água
Prepara a massa e reserva num local fresco por 1 hora.
Depois molda um pirex retangular, deixando a massa bem fina.
Por cima, acrescenta os camarões e os mexilhões.
Mistura os ovos batidos, o creme de leite e o leite e joga por cima da recheio.
Cozinhar no forno alto até dourar e ficar bem seca.
Maria deixou a quiche no forno médio durante 30 minutos e mais 15 minutos no forno alto, mas, deixaria um pouco mais no forno.
Façam bom proveito e não deixem de comentar.
Abraços,
Bolo
h1

A melhor Fritada de Camarão e Salsa

junho 29, 2009

Esta foi mais uma maravilhosa receita apresentada aos assinantes GNTPlus no programa Sandra – Cozinha Inteligente.

O programa foi gravado na Praia dos Carneiros, e apesar da audiência não ser das melhores (faltou o diretor, a escrava assistente, animadora de torcida entre outros), o prato ficou divino-maravilhoso-surpreendente-com gostinho de limão.

Segue abaixo a receita original, para duas pessoas:

06 ovos grandes

Sal e pimenta do reino moída na hora

01 punhado de folhas de salsa fresca picadas finamentes

Raspas da casca de 1 limão siciliano

Suco de 1⁄4 de limão

01 colher de sopa, cheia de queijo parmesão ralado na hora

180g de camarões graúdos frescos descascados

Azeite de oliva

01 bom pedaço de manteiga

1⁄2 pimenta vermelha (chili) seca esmigalhada
Pré aqueça o forno à temperatura de 220ºC. Em uma tigela, bata os ovos com uma pitada de sal e pimenta do reino, depois adicione a salsa, as raspas e o suco de limão, e o parmesão. Pique grosseiramente metade dos camarões, deixando o restante inteiro, e coloque tudo na tigela. Em uma panela pesada antiaderente refratária, esquente a manteiga com uma boa quantidade de azeite até que ele comece a espumar, depois adicione toda a mistura de ovos. Mova lentamente a colher ao redor do ovo batido por cerca de 1 minuto, em fogo médio, depois leve a panela ao forno. (Você encontra fritadas muito cozidas, mas eu prefiro deixá-las no forno por um período curto de tempo para que fique levemente corada por cima e o meio esteja cozido, mas não totalmente endurecido.) Cozinhe por 4 a 5 minutos, ou até que fique ligeiramente dourada – ela crescerá um pouco e ficará deliciosamente leve. Polvilhe a pimenta do reino e escorregue a fritada para uma travessa. Fica ótima servida com uma salada simples de rúcula, um bom pão e uma taça de vinho.

No programa fizemos a receira para 08 pessoas, com 16 ovos mais 2. Sim, desse jeito. Quando a mistura já estava pronta pra ir pra panela, Sandra, inteligentemente, numa olhada rápida, resolveu acrescentar mais 2 ovos. Acho que isso fez toda a diferença. Não fizemos salada de rúcula pra acompanhar, mas eu já repeti a receita aqui em casa e fica muito bom com a dita cuja. Com o vinho não precisa nem dizer…

Até o próximo programa!

Bjs, Ceó.

h1

Risoto Rubro-Negro

maio 29, 2009
 

DSC_7054No final do ano participamos da comemoração do natal dos highlanders. A festa aconteceu em Olinda, na casa de Guila e Baiaia. Foi uma noite muito divertida.

Foi a primeira vez que eu, Sandra, Paula e Tati participamos do natal dos Highlanders.

Neste ano, ocorreu uma inovação nos presentes, que deveriam resultar num novo encontro para continuarmos as celebrações durante o ano de 2009. A maioria dos presentes divulgados foram receitas. Esta foi preparada por Guila para presentar Vans. Guila e Baiaia receberam Vans, Edu, Nanda, Clara e Dudu para um jantar, servindo este risoto rubro-negro que, tamém, é uma homenagem ao Sport. A foto é da anfitriã Maria Chaves.

Experimentem, façam bom proveito e não esqueçam de deixar seu comentário.

Ps – Highlanders, sua receita será bem vinda ao Nacozinha.

 

Ingredientes

800 g de camarão

500 g de lula cozida em rodela

500 g de arroz

1,5 l de caldo de camarão quente

3 pimentões vermelhos

3 unidades de cebola picada

100 g de manteiga geladas

Tinta de lula

Sal

Pimenta-do-reino

Azeite extra-virgem

Páprica

Modo de Preparo

Limpe os camarões, mas conserve as cabeças e as cascas. Tempere com sal, pimenta e páprica e reserve. Em uma panela ferva as cabeças do camarão junto com as cascas em 1,5 l de água. Após a fervura, reserve o caldo e jogue o restante fora. Em outra panela, refogue a cebola em azeite. Quando ficar transparente, coloque o arroz e deixe fritar por aproximadamente 1 minuto. Acrescente a tinta de lula no caldo do camarão, misture e adicione o arroz. Abaixe o fogo, acrescente sal e deixe cozinhar. Administre o cozimento adicionando mais caldo de camarão quando necessário. Quando estiver quase seco, desligue o fogo, adicione a manteiga gelada e as rodelas de lulas cozidas. Mexa bem e reserve aquecido. Em uma frigideira antiaderente, frite rapidamente os camarões e os pimentões em tiras em um pouco de azeite. Quando estiverem opacos, estão no ponto. Não frite demais, senão ficam “borrachudos”. Monte o prato enformando o arroz negro com lulas no centro do prato. Coloque por cima os camarões e os pimentões e regue com azeite extra-virgem. 

h1

(novo) RISOTO DE CAMARÃO

maio 6, 2009

Neste ano de bons feriados, o  primeiro de maio caiu numa sexta e, já na quinta, começamos a ocupar o Sítio São Benedito, lá na (nossa) praia dos Carneiros.

Parece que a sensação gastronômica do feriado foi Ernesto, o carneiro, mas antes de entrar nele aqui no blog, resolvi postar, primeiro, a receita de um dos nossos jantares, justamente o da sexta à noite, depois de um dia ótimo de praia, amigos, crianças e churrasco.

dsc03056

dsc030465

À tarde, Lúcia salvou a lavoura e já descascou os camarões, ajudando e muito  às cozinheiras da noite: eu, Tati, Gisela e  Adriana, que mexemos aquele risoto, e Ceó, que também deu seu show entre a pia e caçarolas!

Fizemos um caldo de ervas, com salsão, salsinha, hortelã, canela, manjericão, tudo fresco, tomilho em pó, pimenta rosa, e sal. No azeite e manteiga quentes, refogamos 2 cebolas roxas picadinhas e, na sequência, acrescentamos 3 xícaras de arroz para risoto, vinho branco e, seguimos cozinhando, mexendo e acrescentando o caldo. Depois, colocamos 3 xícaras de quinua em grãos e seguimos no mexe mexe.

Quanto ao ponto da quinua, eu acho que, na próxima vez, ela poderá ser colocada logo após o arroz, quando o vinho secar, antes da primeira concha de caldo, pois estou verificando que o tempo de cocção da quinua não é tão diferente do arroz…..

Voltando à receita, quando os grãos estavam quase prontos, colocamos os camarões crus e, depois, no fim mesmo, quando os camarões já estavam rosados, acrescentamos ervilhas daquelas bem verdinhas, que são vendidas congeladas (que fazem ploc na boca), mais umas pimentas rosas em grãos e, por último, misturamos queijo parmesão ralado e uma colher de sopa de manteiga….(risoto é feito para brilhar!).

Por cima da travessa com o risoto, para enfeite e também deleite do paladar, colocamos uns tomates cereja que eu já havia preparado ante de começar o risoto: lavei uns 30 tomates,  fiz um “x” no fundo de cada tomate e fritei no óleo quente; em seguida, tirei-os da frigideira e coloquei, também rapidamente, num recipiente com água e gelo, de onde eles foram para uma marinada de viangre e azeite, e onde ficaram até serem escorridos e serem servidos por cima do risoto. (Na primeira vez que fiz esses tomatinhos, que foi quando preparei o risoto de pato, cuja receita está postada aqui no dia 5/dez/2008, também coloquei salsinha picada nessa marinada final, mas lá em carneiros, me esqueci).

Bem, o novo risoto de camarão com ervilhas e os tais tomatinhos ficou delícia e ainda fechamos a noite com macarons de chocolate, avelã e laranja!

Beijos

Sandra