h1

Essa bateria do iPad tem duração mesmo de 9 horas? Em que condições?

julho 12, 2011

Não tenho Ipad, mas minha amiga Paula Magalhães tem, e tem também internet rápida, iphone e um modem extra na sua casa… É, de fato, uma pessoa conectadíssima, aluna brilhante do larissez! Além de tudo, a bicha é curiosa ou seria encrenqueira?!, enfim, só sei que, sábado passado, ela acordou a fim de alterar com Steve Jobs e duvidando da alardeada duração da bateria do Ipad, postou logo cedo no facebook a sua dúvida existencial do dia.

Parece que até agora ela está sem resposta, não tenho certeza, mas isto não foi porque seu post matinal ficou sem comentários, muito pelo contrário!

Alterados e aloprados aparecemos logo cedo no mundo virtual, no caso, a blogueira que vos escreve e o cozinheiro que meteu a mão nas caçarolas, Vilmar/Gilmar/Wilmar/Jr, verdadeiros hackers dos murais alheios do facebook, que fomos bagunçar o coreto e, sem nem mencionarmos ipad, apple ou afins, danamo-nos a combinar algum programa para aquele sábadão. De cara, excluímos logo a praia, tava muito vento, e acabamos combinando um almocinho, uma massinha inocente lá em casa, no pedaço mais animado da riviera naquele sábado, não tenho a menor dúvida.

Antes de sair para comprar os essenciais gelo e cerveja, ainda mantive mais umas conversas matinais e, pelo Facebook, disse para Rosa e Paulinho virem ver o jogo (sim, tinha também a desculpa do jogo Brasil X Paraguai pela Copa América); e pelo telefone, falei com os vizinhos pernambucanos mas ainda meio paulistanos Valentina e Jorge, que, ignorando a ventania, estavam na praia, e ficaram de aparecer na sequência.

Tava feita a farrinha, 8 pessoas, uma massinha, jogo do Brasil, tudo bem inocente (ou eu que o fui?!). Rapaz, o negócio desandou ou andou bem, não sei, depende do gosto do freguês (sendo que, pro meu, andou super bem), enfim,  bombou!  A massa de Vilmar, esta, meu amigo, foi o que andou melhor, ela arrebentou! E olhe que o sarapatel de Jorge não tava careta não, viu!?

Eu nem sei se todo mundo comeu da massa, até porque era gente pra burro, foi meio assim uma sucursal da Fenearte em Cannes! Teve gente que foi e eu nem vi, juro. Não vou listar todos, mas lembro que vieram os meninos do boné e o da sacola plástica; Gil, da barraca de coco da praia; Dani milk shake; o famoso Jesse James com seu amigo Gary, que não entendia patavinas de português;  e também M.R.P., que, por sua vez, não compreendia nada de inglês, nem o nome de D-A-R-I-N-G, o “Garry” amigo de Jesse.

Vilmar não decepcionou e botou quente na massa, que, mesmo sendo segredo de família lá de Flores, foi autorizada a ter a receita postada aqui no blog!

O negócio entrou pela madrugada e o pessoal saiu de quatro, esquecendo o juízo (segurei um para Dani milk shake), a carteira, brincos, cabos, celular, presentes mil e não comentemos mais o quê, é melhor esquecer!

Ah, sim, antes que eu me esqueça, Paula Magalhães, embora convidada, não apareceu… acho que passou o dia em casa esperando as 9 horas da bateria! (Paula, rapaz, tinha dado tempo, visse?! A galera é mais do que Mastruz com Leite e iPad juntos, dura pra lá de 5, 6, 9 horas).

Beijos

Sandra

PS. E como quem ri por último, ri melhor, a receita:

Massa de Vilmar

INGREDIENTES / 04 PORÇÕES
01 – Pacote de sua escolha – Farfale / penne / fusili 
01 – Ramo de manjericão
01 – Cebola (ralada)
01 – Cenoura (ralada)
01 – Talo de alho poró (picado)
0,5 kg – Camarão descascado
0,1 kg – Parmesão (do bom)
100 ml – Vinho branco (o resto, o chef bebe, toma no gargalo mesmo, é um cozinheiro rústico)
500 ml – Creme de leite fresco
Sal e Pimenta moída a gosto
Azeite e manteiga
 
MODO DE PREPARO
Adicione o azeite e a manteiga numa panela e pré aqueça, em seguida refogue a cebola, a cenoura e o alho poró, mexa para evitar que grude.
Quando estiver perto de dourar adicione o vinho branco, um punhado de sal a gosto e continue mexendo, quando o vinho evaporar, ponha o creme de leite fresco e vá mexendo até apurar o sabor.
Coloque um pedaço pequeno do queijo parmesão no molho pra dar mais cremosidade e liga.
Seque os camarões com papel toalha antes de cozinhá-los dentro do próprio molho provando continuamente até chegar a textura desejada (hummm!).
Pronto, daí, é só cozinhar a massa, misturar ao molho, colocar queijo ralado, manjericão e dá-lhe.
 
Qualquer dúvida, me acione.
 
Jr.

7 comentários

  1. Que dia!!!
    Copiei a receita de família. Só de ler já senti que é muito boa. Vou fazer para um jantarzinho amigo aqui no Cais.


    • Margarida, foi um dia e tanto mesmo, mas, acredite, apesar de todo o humor aí de cima, a comida estava verdadeiramente boa, fazia tempo que não comia uma massa tão gostosa e, seobretudo, simples.


  2. A farra parece ter sido boa! E eu, coitada, continuo sem a resposta da duração da bateria… Do iPad!


  3. A massa estava sensacional e a farra… bem, não foi uma farrinha, foi, a bem dizer, uma rave!


  4. Rave ou não a massa tava uma delícia.
    Agradeço à população de Cannes por mais este sábado maravilhoso


    • a população = Amy, Carlota Joaquina, Chuchu, eu e Gil, da praia.


  5. que vontade de comer esse macarrão ao invés dessa salada que me espera🙂



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: