Archive for novembro \16\UTC 2009

h1

Capellini com camarão e tomate cereja

novembro 16, 2009

Faz um tempo que não cozinho (só café da manhã nas carreras).

Sábado depois de uma maratona de supermercados resolvi fazer um almoço decente para mim e Bernardo.

Comprei os Camarões descascados e cozidos grandes da Netuno passei um limãozinho e um salzinho e deixei lá descansando.

Refoguei uma cabeça de alho espremida (uns três dentes deixei inteiros) e depois coloquei junto na frigideira uns 300g de tomate cereja cortados ao meio e sem sementes, depois de tudo bem refogadinho, coloquei o camarão. Enquanto isso acontecia o capellini cozinhou na água com sal e depois de escorrido coloquei um azeite nele.

Juntei 1/3 de uma lata de tomates pelados na frigideira e joguei o capellini nela, uma mexidinha depois foi só colocar no prato com queijo parmesão ralado em cima.

Ficou uma djilíça :).

bjs – Tatty

 

470493_tomate_cereja_3

h1

Rapidinhas…

novembro 10, 2009

Roubei de Katsuki, que já roubou do Chicago Tribune. Achei engraçado e, logicamente, na parte da espuma, lembrei de Marquinhos Batista!

Sandra

10 piores tendências

Espuma? Chefs celebridades? Mesas comunitárias? Descubra as 10 piores tendências da gastronomia da década passada, pelo Chicago Tribune. E vire a página.

http://www.chicagotribune.com/entertainment/dining/chi-091021-worst-dining-trends-pictures,0,5192606.photogallery

h1

Na praia de Berna e Tatty (e da galera)

novembro 6, 2009

tem o Ezequiel!

nigeria6bx

“JC, 06/11/2009

Ezequiel está de volta às areias
E por falar em praia, esta é uma excelente notícia para os amantes da gastronomia à beira-mar. O nigeriano Ezequiel, depois de alguns meses de temporada em São Luís do Maranhão, está de volta à cidade que o acolheu quando pela primeira vez chegou ao Brasil. As areias de Boa Viagem/Pina voltam a ser os seus domínios. Ele circula com a simpatia de sempre e, tão imprescindível quanto, com um cardápio cuidadosamente elaborado. O carro-chefe é mesmo o mix feito com carne-de-sol e calabresa. Ele é o mote perfeito para os acompanhamentos: um purê de macaxeira encimado por alho dourado, farofa bem amarelinha, cebola refogada e (pode parecer decoração, mas faz a diferença na composição final) tomates frescos cortados em meia-lua. O melhor de tudo, considerando o tamanho da porção que serve com sobra três pessoas, é o precinho camarada: R$ 15. O carrinho de Ezequiel é opção tanto para beliscar ao lado de uma bela cerveja quando para almoçar ali mesmo, no cenário imbatível da melhor praia urbana do Brasil. Procurem por ele.”

Na versão impressa tem uma foto ÓTIMA dele, que, infelizmente, não tem na on line…

Bjs
Sandra

h1

CEVICHE

novembro 5, 2009

800px-Cebiche-don-lucho

Num domingo desses, na casa dos meus pais, em piedade, eu e minha mãe fizemos um ceviche, usando uma receita que ela obteve ou pesquisou, não sei bem, num dos tantos livros ou cursos de gastronomia que lê e faz, como, aliás, o de agora, em SP, onde concluiu animadíssima, apesar do calorão, o curso Mesa Tendências/Semana Da Mesa  http://prazeresdamesa.uol.com.br/exibirMateria/2199/veja-como-foi-o-semana-mesa-sp

Pois bem, a receita original é assim:

Ingredientes: 

8 pessoas como entrada,

6 pessoas com prato principal,

 1kg de file de linguado, em cubos de 2 cm (uso camurim)

Suco de 8 limões (o necessário para cobrir o peixe)

1pimenta dedo de moca sem sementes, em rodelinhas

2 dentes de alho picados

500g de cebolas em rodelas

3c. s. de salsão picado

1 ramo bem pequeno de coentro

3 espigas de milho cozidos em rodelas de 1 cm

Sal

Tomate em rodelas para decorar

Batata doce em rodelas pré-cozidas para decorar

Limão em rodelas para decorar

 

 Pra fazer: Tempere os files com sal, passe para uma tigela e cubra com o suco de limão. Junte a pimenta e o alho. Misture tudo cuidadosamente. Cubra com a cebola, salsão e coentro. Acrescente as rodelas de milho e deixe curtir por 1 hora, ate que o peixe fique branco. Sirva em pratos decorados com rodelas de tomate, a batata e limão.

Nós usamos cebola roxa, colocamos mais batata do que tomate e limão, e ficou DELÍCIA! Amei, almocei e jantei cecviche naquele domingo! No final de semana anterior, minha mãe havia feito a mesma receita, na casa da minha tia, e usou tilápia ao invés de linguado, todo mundo também gostou bastante.

Beijos

Sandra

PS.  Ceviche ou Cebiche???

Discussão sobre a etimologia do nome

Aparentemente, nem os próprios “donos” do prato sabem exactamente como se deve escrever, isto porque em espanhol o “b” e o “v” tem o mesmo som (informalmente, o espanhol culto, os sons dessas letras são iguais aos do portugués) e eles referem-se a esta letras como “b-larga” e “v-curta”. Já numa coisa, eles estão de acordo: a primeira letra “não pode” ser o “z” (que eles chamam zeta, mas que na maioria das variações do espanhol fora da Espanha, é pronunciado seta).

Mas há uma teoria interessante: embora a conservação do pescado com líquidos (como a salmoura, por exemplo) seja um conhecimento provavelmente pre-histórico, os citrinos foram introduzidos na Europa pelos árabes e daí foram levados para as colónias onde, aparentemente, lhes foram dados outros usos. No entanto, a teoria continua com uma variante do escabeche, que supostamente provém da palavra árabe “iskbꪔ (em vez da vizinha “sikb⪔, que é traduzida como “guisado de carne com vinagre e outros ingredientes”) ao qual os espanhóis começaram a adicionar bastante cebola, para o tornar menos ácido. Então, o “escabeche de cebola” teria-se tornado Cebiche.

Outra versão, mais “clássica”, seria do latim “cebo” que significava “comida abundante”.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cebiche

PS2. Na última vez que fiz, debulhei o milho já cozido (que, infelizmene, não era dos mais verdinhos) e coloquei só os grãos, o que facilita pra comer.

h1

PERNIL DE CORDEIRO COM ALHO E ALECRIM

novembro 3, 2009

Pessoal,

Como disse Joana “mais um presente (dos highlanders) foi entregue, meu pra silvinha. foi ótimo. seguem as fotos e a receita. silvinha, não consegui lembrar a data com certeza… cheiros em todos, joana + 1”

Ingredientes

 * pernil de cordeiro Baby-Bode de 1,5 Kg

* 2 colheres (sopa) de manteiga

* 1 colher (sopa) de sal

* 3 cabeças de alho

* ½ colher (sopa) de pimenta do reino moída

* 1 colher (chá) de orégano em pó

* ½ colher (chá) de alecrim picado, moído

* 1 ramo de alecrim

Modo de Preparo:

Limpe bem o cordeiro, deixando toda a gordura numa assadeira à parte. Tempere o pernil com pimenta-do-reino, alecrim moído, orégano e sal. Descasque as cabeças de alho, parta cada dente ao meio e retire o veio central. Coloque o alho numa peneira e escalde, rapidamente, por três vezes em água fervente (suaviza o gosto do alho). Faça furinhos no pernil e coloque 2/3 do alho dentro da carne. Asse o pernil em uma grelha colocada sobre uma fôrma com a gordura, por uma hora, em forno bem quente. Regue com água de vez em quando. Acrescente o alho. Decore o pernil com o ramo de alecrim.