h1

Risoto de quinua com carneiro e damasco

abril 27, 2009

 

Noutro domingo, como de costume, fui almoçar na casa dos meus pais, lá em Piedade. Estávamos apenas eu e eles, já que Tiago não foi e meus irmãos, Marcelo e João, estavam cada qual em seu domicílio atual, Arapiraca e SP, respectivamente. Ah, sim, Bóris e Fidel, da ala trotskista da família, também estavam presentes!

 

Minha mãe, na véspera, havia colocado um pernil de carneiro para marinar, pernil este, vale frisar, de uma de suas reses de lá da fazenda Boa Vista, na cidade de Catingueira/PB, terra do poeta Inácio, do Capitão Crisanto, meu bisavô, também poeta, e de Antônio (de) Crisanto Dantas, meu avô materno, que mandava prender e mandava soltar!

 O pernil foi assado no domingo mesmo e almoçamos com salada, farofa bolão de jerimum e, ainda, um molho adocicado, feito com a redução de shoyo e açúcar! Estava ótimo e os comunistas presentes ganharam, cada qual, um enorme osso após o almoço. O do camarada Fidel, aliás, dura até hoje, e é bem maior do que ele próprio e sua barba juntos!

 Sobrou bastante carne e, como uma boa filha que à casa torna (de passagem), levei um tupperware com várias fatias do carneiro para casa, todas devidamente lambuzadas no tal molho docinho. Durante a semana, sozinha em casa, resolvi preparar algo com o carneiro para comer e bolei um risoto a base de quinua. Olha ela aí novamente!

Piquei as fatias de carneiro e também alguns damascos secos, e reservei-os. Numa panela, refoguei, no azeite, 1 cebola roxa fatiada, acrescentei a quinua, misturei, e, logo em seguida, coloquei um pouco de vinho…. Esta parte, aliás, deu uma dor no peito, pois o único disponível era o que estava bebendo: um Viu Manent Reserva Cabernet Sauvignon 2007, recomendado, segundo constava lá num rótulo extra que havia na garrafa, por um tal de Robert Parker (para os íntimos, roberto, o garagista)… Bem, o certo é que, com pena sim, bastante pena, coloquei uma taça do vinho na panela e mexi até o bicho secar. Depois, fui acrescentando o velho caldo de ervas (fiz com alecrim, um pauzinho de canela, cebolinho, cebola, pimenta do reino, cenoura e salsão)., e segui mexendo sempre. Aqui, embora tenha usado quinua e não arroz, vai uma dica: minha mãe me ensinou que o melhor é mexer o risoto pela beirada da panela, e não no meio, pois, fazendo como ela diz, o amido do arroz se solta mais…

 Mais ou menos no meio do processo, coloquei o carneiro, o damasco e também umas pimentas do reino amassadas na hora, mexi mais um pouco e voilà, estava pronto meu risoto. Comi com rúculas frescas e, não é por nada não, estava uma delícia!!!!!!!! Não sobrou nada, nadinha, salvo um pouco para o companheiro Fernando, futuro pai do camarada Ernesto, e para Tati, que por lá em casa chegaram.

 

Beijos

 

Sandra

 

 

 

 

verde a camaleão

 

pintado a tejuaçu

 

da galinha eu quero a asa

 

do peru o sobrecu

 

da noiva eu quero a buceta

 

e do noivo a lasca do cu

 

(Capitão Crisanto)

 

 

O homem é de Catingueira

 

Terra de pedra lascada

 

Na Furna da onça pintada

 

Deixou uma garrafa de pinga

 

 

O homem que choraminga

 

Que pede perdão a amada

 

Que entra na furna de quatro

 

E, dentro, tem caganeira

 

 

Merece uma pisa de relho

 

Nos ovos quatro lapada

 

Na bunda um pilão de café

 

Mel e lambida de rês

 

 

E quando chegar sua vez

 

Não vale apelar pra Santo

 

Lembre do capitão Crisanto

 

E pense no que você fez

 

(Ricardo Gouveia)

One comment

  1. tava bom, galera, bom para caráleo (resolvi usar essa palavrinha em homenagem aos poetas citados)! merece um repeteco urgente!



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: