Archive for março \28\UTC 2008

h1

Suco de Cajá e Água-de-Coco

março 28, 2008

Nesta nova fase light, que é quase uma constante na minha vida, embora o êxito nem sempre esteja presente, retomei, ontem à noite, uma receitinha de suco que estava perdida no meu disco rígido…  Teve uma época, depois de provar este suco na praia, que eu fiquei viciada!

A especialidade do vendedor lá da praia de piedade (que, aliás, o mar comeu!), conhecido por “Ele-Ela”, era de caipifrutas, todas deliciosas, sempre com frutas frescas e servida naqueles copões de 500ml! Mas, quando meu pai estava se recuperando de um avc, Ele-Ela preparava o tal suco de cajá com água-de-coco para ele… A água-de-coco entrava no lugar da vodca, e eu, para fazer companhia, também abdicava da água russa!

É muito fácil: coloca um bocado (uns 10 para um dos copões…) de cajá, bem maduros, e um tanto de água-de-coco e chacoalha bemmmmmm muito! Antes, para facilitar, eu faço uns cortes nos cajás ou amasso com as mãos, e jogo tudo no pote com tampa… seguido da água de coco e um pouco de gelo. Quando a força falta, dou uma rápida batida no liquidificador, mas, na verdade, não é o ideal,  pois inevitavelmente será necessário peneirar o suco e não dará para degustar e brincar com os cajás na boca, meio inteiros, meio despedaçados, como acontece quando se mistura num pote ou se amassa um pouco com um amassador, antes de tb chacoalhar.

É um dos meus sucos favoritos!!!!!!!!!!!

Bjs

Sandra 

h1

Azeite de Oliva Temperado: Três receitas

março 19, 2008

Eu e Sandra resolvemos iniciar uma coleção de azeites. Juntamos os que a gente já tinha, compramos e ganhamos (de Tati e Fernando) outros e aumentamos a nossa coleção. Já temos azeites de diversas nacionalidades, tais como: espanhola, portuguesa, grega, chilena e italiana.

Sandra leu numa revista uma receita de azeite temperado com castanha do pará e salsinha, e resolvemos incrementar nossa coleção, temperando e criando novos azeites. Logo em seguida , comprei cinco garrafas de azeite “Hacienda”, que é ótimo e estava na promoção, daí, começamos a fazer nossas experiências.

Antes das receitas vejam os cuidados que devem ser tomados na preparação e conservação do azeite.

Preparando o recipiente

Antes de temperar o azeite é preciso é preciso certificar-se que o recipiente esteja bem higienizado e bem seco, só assim garante-se a qualidade do azeite temperado. Veja como fazer:

  1. Escolha uma garrafa de vidro com capacidade para acondicionar o azeite temperado.
  2. Coloque em uma panela grande 3 litros de água e ao ferver arrume o recipiente de vidro e deixe ferver por mais 2 minutos.
  3. Em seguida, retire-a e com a ajuda de um pinça (de cozinha) vire o vidro de modo que fique com a abertura para baixo e deixe por mais 2 minutos.
  4. Por último retire os vidro com a pinça e coloque sobre um pano bem limpo e deixe escorrer por 10 minutos com a superfície virada baixo. Só use o vidro quando estiver bem seco.
  5. Enquanto isso ferva as tampas dos recipientes por 5 minutos.

Como guardar o azeite temperado

O azeite de oliva temperado é menos estável, quando se compara com o mesmo produto natural. O ideal e guardá-los na geladeira por até um mês, mantendo os recipientes sempre fechados.

A primeira receita é com castanha do pará e salsinha. Modo de fazer: Corte a castanha em lasquinhas, pique a salsinha e misture tudo. Coloque a mistura na garrafa até preencher 1/3 e complete com azeite. Espere 3 dias para apurar e consuma a vontade.

A segunda receita foi feita com 2 pimentas dedo de moça, 3 dentes de alho, folhas de manjericão e um raminho de hortelã. Modo de fazer: Descasque o alho e amasse levemente,  pique as folhas de manjericão e coloque na garrafa. Faça um corte vertical para abiri as pimentas e coloque-as na garrafa. Preencha a garrafa com o azeite. E por último, coloque o raminho inteiro de hortelã para ornamentar a garrafinha junto com os outros ingredientes.

Os azeites dessas duas receitas já estão sendo degustados aqui em casa. A terceira receita é uma variação da primeira, na qual, foi trocada a salsinha por cebolinha, que foi colocada picadinha e também com um raminho para ornamentação.

Essa última receita foi feita para presentearmos meu pai que se interessou pela história dos azeites e Tiago Cat que comemorou o seu aniversário no Bar do Neno, praticamente minha sala de visita.

Espero que gostem.

Bolo

Ps – vejam o site: www.azeite.com.br

A parte da preparação e conservação eu tirei de lá.