h1

Macarrão frio colorido

agosto 22, 2007

Atendendo ao pedido de Berna, segue a receita do macarrão frio que aprendi a fazer com Vanessa e que, recentemente, descobri ser da casa de Lula (ou seria de Ana).

A primeira vez que eu fiz essa receita foi com Vanessa, em um reveión que passamos juntas, eu, ela, Paulinha, uns amigos, e uns amigos de uns amigos, em Paris. Usamos os ingredientes disponíveis por lá: uns queijos diferentes, uns cogumelos frescos, de Paris🙂 , e, como sempre, os pimentões, que são a base da receita, na minha opinião. Exageradas, fizemos tanto macarrão, mas tanto macarrão que, no caminho para a nossa festa, ainda no metrô, a gente olhava pra Vans e tinha a impressão de que a qualquer momento ela iria oferecer aos passageiros por módicos 2 euros aquela massa colorida dentro do tupaware gigante (daqueles de guardar coisas de bebê) que carregava debaixo do braço (de braço aberto, claro, porque era realmente enorme o tupaware). E o melhor de tudo, o que me fez sentar no chão de tanto rir, foi quando encontramos o japonês que também ia pra mesma festa e que vinha trazendo uma garrafa de vinho e um pacotinho de amendoin. Isso mesmo: o japonês segurando um pacotinho de amendoin  e a gente carregando uma mochila com seis vinhos e uma bacia de macarrão! Depois, soubemos que o nosso macarrão fez o maior sucesso entre os que ficaram na festa até o dia seguinte (sim, porque sobrou muito macarrão, não tinha como não sobrar!).

img_0202.jpg

 A receita propriamente dita, em quantidade um pouco menor que a relatada, com os ingredientes usados no dia do aniversário de Réco:

  • Um pacote de 500g de macarrão tipo parafuso ou pene (eu prefiro parafuso);
  • um pimentão vermelho, um pimentão amarelo e um pimentão verde;
  • um pote pequeno de azeitona, sem caroço e fatiada;

  • três tipos diferentes de queijos em quantidades que, misturados com os demais ingredientes, não fique nem mais queijos, nem mais pimentões. Usei mussarela de búfala, gouda e mussarela temperada, que encontrei num formato de bastão, super prático de cortar.
  • Muito manjericão e

  • um bocado de azeite.
  •  Modos operandi:

    Corta todos os ingredientes em quadradinhos, não muito pequenos, não muito grandes. Coloca num refratário, cobre com azeite e tampa. Reserva e deixa uns tempos na geladeira. Cozinha a massa em água e sal, deixa esfriar e mistura com os ingredientes reservados na geladeira. Deixa tudo na geladeira por umas boas horas. De um dia pro outro fica ainda melhor. Só coloca o manjericão na hora de servir, ou um pouco antes disso, que é pra eles não murcharem.

    Parece que a receita original é com camarão ou kani, no lugar dos queijos, ou junto com os queijos, mas eu nunca fiz assim. Já comi com kani e, mesmo não gostando tanto do falso siri, achei uma delícia.  

    Até a próxima!

    bj, Tati

9 comentários

  1. Adorei o Blog!!
    Pelo menos agora não preciso mais ligar pra pedir receitas!!
    Só num aprendi ainda como postar..😦
    Bjos a todos!


  2. Complementando a receita de Tati, registro que no macarrão que fiz lá em casa, que Berna e everybody else se esbaldaram, além de colocar tomate, como já tinha feito uma vez lá em porto (na época, numa versão básica, apenas com tomate, manjericão e azeite), coloquei também folhinhas de hortelã (além das de manjericão, estas em maior quantidade), AINDA fiz, por sugestão da minha mãe, um “branqueamento” do pimentão. Apesar do nome, não é para descolorir não, pois fica da mesma cor (vermelho e amarelo, bem “eu acho é pouco”), mas para ressaltar o sabor e cortar a acidez.
    A técnica consiste em mergulhar rapidamente, por 1 minuto, o pimentão já cortado numa panela de água fervente, retirando imediatamente com uma peneira…
    Bem, é isto. Só isto.🙂
    Bjs
    Sandy
    PS. a hortelã foi da minha horta!
    PS2. comer o que sobrou no dia seguinte é melhor ainda!


  3. Numa próxima vez, eu e tiago pensamos que umas folhas de rúcula devem cair bem.. ou penso tb em ser menos (sem exagerar) muquirana na hortelã, pois deu um toque massa qdo dava a sorte de pegar uma folhinha..


  4. Uma versão quente desse macarrão e bem parecida com a q Sandra fez em porto aprendi com Jojô Lira, é o seguinte:
    * Tira a pele do tomate e corta em cubos;
    * Corta o queijo branco em cubos;
    * Nessa os cubos são maiores mesmo, tipo um dedo de espessura;
    * Já mistura todos os igrediente(tomate, queijo e manjericão fresco) no azeite e reserva;
    * enquanto isso faz o macarrão tipo spaguetti Barila numero 1, retira ele aldente escorre e imediatamente joga no molho reservado, isso vai derreter o queijo só um pouco e aglomerar os sabores;
    * daí é só somar um parmesão de ralo grosso e tá pronto.


  5. Fizemos essa receita para o carnaval. Ela nos salvou em vários momentos deste carnaval, principalmente, quando chegamos da rua. É uma mão na roda!!!


  6. super mão na roda. também nos salvou aqui em casa. pobre de rosinha que achou que em todas as casas só tinha macarrão neste carnaval.


  7. Aqui em casa agente desenrolou o carnaval com os clássicos, cachorro-quente, feijão indignado e carne moída com sopa de cebola. Se me lembrar boto a receita do cachorro-quente q ficou irada, fiz por aqui o molho de tomate descascado batido com alho, mangericào, picles e azeite, com bacon crocante, saciça e plás…
    abraços


  8. pobre nada!
    é verdade que cheguei a pensar que ea alucinação a mesma comida em várias casas mas não pode haver melhor café da manhã pra um dia de carnaval…


  9. Macarrão frio tb bateu ponto aqui, além de cachorro-quente e salpicão, que ADORO… e que muito embora não estivesse igual ao de dorinha, tava bem bom.
    Feliz ano novo para todos!



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: